Para quê castrar? Um dia desses abandonaram uma caixa com 9 na rua e, até que a tia conseguisse nos buscar, 2 já tinham morrido atropelados... eram bebês com pouco mais de 45 dias! É muito triste ver essa situação e saber que daqui a pouco nossa mãe terá nova ninhada e que o futuro deles será tão incerto quanto o nosso.

Estima-se que só na região metropolitana de Porto Alegre meio milhão de cães e gatos sobrevivam em situação miserável, tenham eles dono ou não. A origem desse problema é uma só: o alto índice de natalidade desses animais, a procriação em velocidade muito superior ao que a sociedade tem condições de absorver e administrar. Existe um cálculo de que uma única cadela pode gerar até 64 mil descendentes enquanto uma gata pode gerar até 420 mil descendentes. O problema só não é mais grave porque muitos desses animais morrem precocemente.

Castrar é a única maneira efetiva de conter o aumento das populações de rua. Além disso, castrar é proteger. A castração de machos e de fêmeas impede ou reduz os riscos de desenvolverem determinadas infecções e tumores. O comportamento dos animais castrados tende a melhorar. Fêmeas castradas não juntam uma legião de machos em sua volta (muitos deles fogem de casa e não conseguem encontrar o caminho de volta), os machos não brigam para disputar fêmeas no cio. Esses são alguns exemplos dos benefícios da castração e existem muitos mais.

Por que participar?
Sonhamos com o dia em que o poder público resolva esse e tantos outros problemas sociais existentes em nosso País. Morremos de pena de ver o sofrimento dos animais. Acreditamos que alguém tem de fazer alguma coisa! Pois esse convite é justamente para dar-lhes a oportunidade de ser esse alguém. Eu, você, o vizinho, o colega de trabalho precisamos ser parte da solução desse problema.

Vamos nos unir e viabilizar a castração de animais de rua, ou que sejam de famílias que não tem como custear a cirurgia?

É muito fácil de participar e custa pouco!

Como funciona?
- pela cooperativa, cada castração custa a partir de R$ 70,00 (esse valor poderá ser maior para cadelas maiores de 20 Kg)
- cada pessoa contribui com o valor que desejar por mês (geralmente R$ 10,00 ou R$ 20,00)
- a partir de R$ 70,00 pagos, o cooperado tem direito a levar um animal para castrar (animais sem raça definida e mediante agendamento prévio)
- não havendo indicação, por parte dos cooperados, essas castrações são destinadas a animais sem dono, cujos donos não tenham qualquer condição de custear uma cirurgia ou, ainda, aqueles que chegam sozinhos às casas de passagem
- mensalmente enviamos e-mail lembrando que a data de pagar o veterinário está chegando
- a pessoa que desejar contribuir deverá comprometer-se com as contribuições pelo período mínimo de um ano.

Como participar?
Muito simples: basta nos enviar um e-mail manifestando sua vontade de fazer parte desse grupo.

Como contribuir?
Por meio de depósitos mensais em nome da Associação Duas Mãos Quatro Patas em um dos seguintes bancos:

BANRISUL
agência 0073
conta 06.855.551.0-8

BANCO DO BRASIL
agência 2796-0
conta 15.717-1

Observações:
1) O lembrete sobre a cooperativa é enviado no início do mês pois o pagamento do veterinário é feito sempre no dia 10. Porém, caso prefira fazer o depósito em outra data, não há qualquer problema.

2) Não conseguimos localizar a origem de depósitos feitos por envelope (nos caixas eletrônicos), nem transferências bancárias realizadas no Banrisul. Caso sua contribuição seja feita por uma dessas formas, solicitamos a gentileza de enviar uma mensagem, apenas para que possamos acompanhar as contribuições realizadas e, com isso, fazer a correta distribuição das castrações aos “cooperados”.

3) O cadastro que fazemos é pelo nome / e-mail com o único objetivo de enviar os "lembretes mensais". Não há um cadastro mais formal, no sentido de "cobrar" as pessoas. Apenas solicitamos que nos seja avisado quando da realização dos depósitos, pois facilita bastante para fazermos a conciliação bancária e o controle do próprio projeto.

4) Como não temos um sistema que nos permita emitir avisos para os padrinhos costumamos fazer o controle dos depósitos / castrações em conjunto (nós e o padrinho) e, caso surja alguma urgência, a gente negocia e resolve.

Sobre as castrações:
- quando quiser agendar uma castração o padrinho faz contato conosco e nós autorizamos com o veterinário para que a castração possa ser agendada, basta nos enviarem a solicitação por e-mail, é tudo muito simples
- são duas clínicas veterinárias parceiras e fazemos o encaminhamento de acordo com a preferência do cooperado
- os animais devem chegar entre 9h e 12h do dia agendado e são liberados no final da tarde, conforme combinado com o veterinário
- orientações sobre o pré e pós operatório devem ser solicitadas ao profissional que realizará o procedimento
- é absolutamente recomendado que o uso de colar elizabetano após a cirurgia. Se, em função do animal mexer nos pontos, houver necessidade de refazer a sutura, o custo decorrente desse procedimento será cobrado do cooperado.

Lembrem-se: quando os padrinhos não solicitam as castrações a que tem direito nós, do Duas Mãos Quatro Patas, encaixamos animais sem dono ou que tenham aparecido sozinhos nas casas de passagem. Sempre tem lista de espera e nunca deixamos passar a oportunidade de castrar um felino ou canino.

Esse projeto existe para atender animais sem dono. Cães e gatos já adotados também podem ser encaminhados para castração de baixo custo, mas não através da cooperativa. Para mais informações, fale conosco.

Viver em um mundo melhor depende de cada um de nós. Faça sua parte, participe!

 
 
 
 
ENCHA O SEU
GUARDA-ROUPAS
E A NOSSA
BARRIGUINHA


 
 
 
 
 
Copyright © 2005 - Luciano Ordovás: lucianosete@yahoo.com.br